Desabafo sobre Cansaço por Glê Schmitt

Desabafo sobre Cansaço por Glê Schmitt

Pela primeira vez, nesses cinco anos e meio de maternidade, ser mãe 24 horas por dia tem me enchido o saco. É muito cansaço. Físico, mental, emocional. É ter o tempo todo um dos filhos atrás de mim, pedindo algo, colo, água, comida, brincar, pegar tal coisa, xixi, desenho, choro, piscina, cocô, banho, dormir, mamá, arrumar algo, sono, dodói… ah, como cansa. E eu não me sinto menos mãe por expor meu cansaço. Me sinto humanada, me sinto mãe como muitas mães. Mas sempre tem problemas quando a mãe desabafa seu cansaço:
“Ah, mas tem ajuda do marido!”
” -Que bom que eu tenho a ajuda do meu marido, afinal ele é o pai, né?”
“Eu criei meu(s) filho(s) sem ajuda, não tinha minha mãe por perto e meu marido vivia viajando!”
“-Que pena que você não tem empatia, pois deveria, já que viveu tanta coisa sozinha e sentiu como foi difícil, deveria ter compaixão ao próximo!”
“-Ah, quem pariu Mateus que o embale!” (Ditado popular)
“-Sim, eu tô embalando. Tô cuidando melhor que ninguém, e quem tá cuidando de mim?”
“-Sua mãe mãe criou quatro…”
“-Criou mesmo! E sabe como foi difícil, por isso não quer que a filha viva a mesma experiência e me ajuda como pode!”

É sempre assim! Posso colocar inúmeras frases prontas que as pessoas já disparam quando a gente desabafa de qualquer coisa relacionado a maternidade. É dolorido né? Não poder desabafar, sem julgamentos e geralmente os que mais te atacam são os que você mais ama e considera.
E eu tô aqui, me sentindo exausta, criançada de férias, bebê na introdução alimentar e em meio ao olho do furacão, eu me vi cansada de ser mãe! Falo mesmo. Amo meus filho, mas … eles me cansam! De tal maneira que eu tô quase pirando por não ter um tempo só meu, fazendo algo que eu gosto ou cuidando de mim. Esse lance de se doar aos filhos, se anular como mulher para viver como mãe é muito complexo. Você faz por amor a eles mas esquece do amor a você, e isso vai se perdendo cada vez mais no caminho, sem contar que sua cabeça dá um nó e aí é a hora que você vai surtar. E nessa hora não adianta respirar fundo e tentar se acalmar. O melhor jeito mesmo é extravasar as emoções, quem sabe assim alivia um pouco e a gente se sente melhor nesse universo materno que é tão louco…

Desabafo-sobre-cansaço-maternoImagem do Instagram @oblogdagle

Glê Schmitt, blogueira, mãe de três: Jotapê, Malu e Floflô. Cheia de loucura baseada na vida materna, querendo compartilhar desabafos, erros, acertos, pérolas e aprendizados desse caos delicioso que é ser mãe.

março 13, 2017/ por / em,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vem com a gente
Facebook Vem com a gente Vem com a gente