Maio Amarelo: trânsito é a principal causa da morte de crianças por acidente no Brasil

Maio Amarelo: trânsito é a principal causa da morte de crianças por acidente no Brasil

Dados da ONG Criança Segura também apontam que quase 90% dessas situações poderiam ser evitadas através da prevenção. Uso da cadeirinha e bebê-conforto durante o transporte é um dos principais cuidados

O último levantamento do Ministério da Saúde revelou um dado preocupante: em 2011, cerca de 1,7 mil crianças brasileiras entre 1 e 14 anos morreram em acidentes de trânsito. E a busca por soluções para situações como esta ganham força neste mês, durante o Maio Amarelo. O movimento alerta a população sobre o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo.

Quando o assunto é o transporte de crianças, o Brasil conta com uma lei específica a respeito, que exige que elas utilizem dispositivos de retenção, como cadeirinhas e bebês-conforto durante o transporte. Os acidentes são a principal causa da morte delas no país em acasos de acidentes, segundo a ONG Criança Segura, e o objetivo é reduzir cada vez mais o índice. A entidade aponta que 90% dessas situações poderiam ser evitadas através da prevenção.

Com a chamada Lei das Cadeirinhas, que está em vigor há cinco anos, a redução das chances de morte de crianças em acidentes de trânsito é de 70%. Os dispositivos são obrigatórios e quem não utiliza está sujeito a multa.

Uso correto é fundamental para prevenção

A Tutti Baby, marca brasileira de itens de retenção, está no mercado há 11 anos e lembra que não basta que a cadeirinha esteja no carro. O uso correto do equipamento é fundamental para garantir a segurança. Amanda Teixeira, da área de desenvolvimento da companhia, aponta algumas questões que devem ser levadas em conta no momento da compra do dispositivo. “Primeiro, o produto precisa ser certificado por um órgão acreditado pelo Inmetro, que garante a segurança da peça. Depois, os pais devem prestar atenção no modelo mais indicado para o filho, levando em consideração seu peso, idade e altura. Por último, a instalação deve acontecer conforme o manual de instruções, bem como o ajuste dos cintos”, diz.

Para Amanda, trazer informações claras ao consumidor é um papel fundamental das companhias que desenvolvem cadeirinhas para automóvel. “Optamos por, além de produzir um manual de instruções claro, contar com vídeos em nosso canal do Youtube, que mostram a instalação correta dos modelos. Acredito que temos um uma função muito importante na sociedade quando o assunto é prevenção de mortes no trânsito”, avalia.

Tipos de cadeirinhas

Os itens de retenção para crianças são divididos em cinco grupos. Na embalagem de cada produto é possível verificar para qual fase de desenvolvimento da criança ele é indicado. São eles:

Grupo de massa O : de 0 kg até 10 kg, altura aproximada de 0,72m, até 9 meses (usa o bebê-conforto)
Grupo de massa O+: de 0 kg até 13 kg, altura aproximada de 0,80m, até 1 ano (usa o bebê-conforto ou cadeirinha)
Grupo de massa I: de 9 kg até 18 kg, altura aproximada de 1m, até dois anos e oito meses (usa cadeirinha)
Grupo de massa II: de 15 kg a 25 kg, altura aproximada de 1,15m, até cinco anos (usa cadeirinha)
Grupo de massa III: de 22 kg a 36 kg, altura aproximada 1,30m, até 10 anos (usa cadeirinha ou acento de elevação).

Sobre o Maio Amarelo
O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito. O objetivo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos em ações da conscientização sobre o tema.

maio 2, 2016/ por / em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vem com a gente
Facebook Vem com a gente Vem com a gente