Olhares diferentes (como adulto vê e como a criança enxerga)

Olhares diferentes (como adulto vê e como a criança enxerga)

Eu começo a arrumar a carteira e algumas coisas caem no chão e com elas o dinheiro.
De repente escuto Heitor falando: mamãe eu ajuda! Eu falo: que maravilha, a mãe precisa mesmo de ajuda… Então ele começa por uma carteira com minha foto e fala: cartão da mamãe Dani e digo que sim, tem a foto da mamãe, então é minha carteirinha… Daqui a pouco ele começa a pegar o dinheiro… E começa a falar uma “alala” (arara), uma “tataluga” (tartaruga), mais uma “alala” (arara – acho que tenho um cebolinha em casa). E automaticamente corrijo falando: não filho este aqui é uma nota de dois reais, esta é de dez reais, tem outra de cinco… E ele insiste mamãe, olha tem “alala” (arara), uma “tataluga”, um “asa piu piu” (como ele chama o passarinho risos…).

Como adultos veem o dinheiro Como adultos veem o dinheiro!

Ai parei para olhar… e não é que tinha mesmo… rsrsrsrsrsrs… O olhar ingênuo das crianças sempre nos surpreendendo!

Como crianças veem o dinheiroComo Heitor de 2 anos e 9 meses viu o dinheiro!

Daniela M. Pavão, mãe do Heitor, empresária, engenheira civil, admiradora do empreendedorismo materno, atualmente com os projetos digitais: Rede MaternaPortal Melhor Idade e Renovare Laudos Prediais. Além de estar em parceria junto ao projeto Rede MÃE Empreender focado em Campo Grande – MS.

agosto 9, 2017/ por / em,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vem com a gente
Facebook Vem com a gente Vem com a gente